Africa Press Releases

Anuradha Gupta, veterana de saúde global e da Gavi lidera a imunização global da Sabin

WASHINGTON, Oct. 03, 2022 (GLOBE NEWSWIRE) — A veterana líder em saúde pública Anuradha Gupta, que liderou uma série de iniciativas globais bem-sucedidas para melhorar a saúde de mulheres e crianças, e ampliar o acesso e a utilização de vacinas, entrou para o Instituto de Vacinas Sabin como Presidente de Imunização Global. O histórico de Gupta na criação e implementação de soluções criativas para enfrentar desafios de saúde aparentemente intratáveis é particularmente significativo no momento, com as imunizações infantis que salvam vidas tendo o maior retrocesso em décadas, causado em grande parte pela pandemia.

Antes de entrar para a Sabin, Gupta permaneceu oito anos na Gavi, a Aliança de Vacinas, onde atuou como vice-presidente e liderou esforços para centralizar políticas, programas e parcerias em torno da equidade, gênero e comunidades de vacinas. Ela também foi pioneira no conceito de crianças de dose zero – as que nunca receberam uma única dose das vacinas mais básicas – e impulsionou os esforços para criar um novo modelo de parcerias em nível nacional.

“Anuradha Gupta é uma adição estelar à equipe de gestão executiva da Sabin em um momento em que o acesso e a equidade da vacina, bem como a desinformação, continuam sendo grandes desafios em todo o mundo”, disse a CEO da Sabin, Amy Finan. “A abordagem visionária, a experiência e o profundo compromisso de Anuradha com aqueles que servimos irão ajudar a aumentar o índice das taxas globais de vacinação.”

Gupta disse que está animada com seu papel e usará sua vasta experiência para promover abordagens inovadoras para melhorar o acesso e a utilização de vacinas. “Este é um momento decisivo para a imunização e precisamos assegurar que as vacinas sejam prioridade das agendas de saúde pública em todo o mundo”, disse Gupta. “Ainda há muito a ser feito para introduzir, ampliar e universalizar toda a gama de vacinas, e a Sabin será uma poderosa catalisadora desse trabalho extremamente importante.”

Um relatório recente das Nações Unidas indicou que, em 2021, 25 milhões de bebês deixaram de tomar uma ou mais doses de vacinas rotineiras como de sarampo, difteria e coqueluche. Quase 18 milhões dessas crianças, muitas em países de baixa renda, eram de dose zero, sendo mais vulneráveis a doenças infecciosas mortais e debilitantes, e causando o medo de doenças como pólio e sarampo reemergentes em países não endêmicos.

“A luta e erradicação da pólio na Índia com uma vacina oral desenvolvida pelo Dr. Sabin é uma memória inesquecível da minha jornada na saúde pública”, lembra Gupta. “Por isso, é com prazer que passo a fazer parte de uma instituição que se dedica a promover o legado do Dr. Sabin, utilizando todo o poder das vacinas para salvar vidas.”

Sob a liderança de Gupta, Gavi foi muito elogiada e implementou uma nova estrutura para o envolvimento de parceiros que ajudou a fortalecer programas apoiados por Gavi no país, e aprimorou a responsabilidade pelos resultados. Essas conquistas contribuíram para que a Gavi recebesse o prestigiado Prêmio Lasker-Bloomberg de Serviço Público em 2019 por fornecer acesso sustentado a vacinas infantis nos países mais pobres do mundo.

“Sua disposição de expandir o alcance para incluir atores globais de vários setores é louvável e ampliou consideravelmente os resultados em muitos desses países”, disse a Dra. Regina Rabinovich, MD, MPH, presidente do Conselho de Administração da Sabin. “O trabalho de Anuradha exemplifica o compromisso da Sabin em defender as soluções com base em evidências para a imunização em países de baixa e média renda, e criar parcerias que proporcionem um impacto duradouro nesses lugares.”

A iniciativa mais recente da Gupta de se concentrar em crianças que não receberam uma única vacina é audaciosa por seu objetivo e escopo. Ela foi a força guia por trás do Fundo de Aceleração de Ações de US $ 500 milhões da Gavi, um programa inovador destinado a alcançar crianças de dose zero em zonas de conflito e áreas afetadas pela seca na região do Sahel e Nordeste da África.

Gupta destacou que as crianças que nunca receberam nenhuma vacina são responsáveis pela metade das mortes evitáveis por vacina e que o direcionamento a essa população pode ser um divisor de águas para a redução dos surtos de doenças e melhoria da segurança geral da saúde.

“Essas crianças vivem em comunidades que muitas vezes enfrentam várias privações, por isso precisamos encontrar uma maneira de conectá-las à primeira vacina, caso contrário, elas não terão a chance de ter um futuro saudável”, disse ela. “O programa de Imunização de Dose Zero vai além das vacinas de rotina, conectando as famílias a outros cuidados e serviços essenciais de saúde e humanitários, em consulta com comunidades, governos e outros grupos importantes.”

Antes da Gavi, Gupta foi Diretora da National Health Mission of India, onde teve papel de liderança nos esforços da Índia para erradicar a pólio, reduzir a mortalidade materna e infantil, reduzir as taxas de fertilidade e revitalizar a atenção primária à saúde. Ela foi membro do Steering Committee do Child Survival Call to Action, copresidiu o Stakeholder Group em uma Reunião de Cúpula em Londres sobre Planejamento Familiar em 2012, e membro do Grupo de Referência de Planejamento Familiar de 2020.

Gupta fez Mestrado de Administração de Empresas na University of Wollongong na Austrália, educação executiva na John F. Kennedy School of Government da Harvard University, Stanford Graduate School of Business e Maxwell School of Citizenship and Public Affairs da Syracuse University. Em 2015, ela foi nomeada uma das “300 Mulheres Líderes em Saúde Mundial” pelo Global Health Centre do Graduate Institute of International and Development Studies. Ela foi incluída na lista das dez mulheres mais influentes da IAS do recém-lançado livro – Indian Administrative Services ou IAS, como é comumente chamado, o serviço público proeminente da Índia.

Em 2021, Gupta recebeu o Prêmio de Impacto Social da University of Wollongong. Ela também recebeu o maior prêmio civil pelo serviço público do Presidente da República Democrática do Congo e a Cruz do Trabalho do Presidente do Laos por suas contribuições para a saúde das pessoas naquele país. Em setembro de 2022, ela recebeu o Advance Global Australian Award, em reconhecimento ao impacto global das suas muitas realizações.

Sobre o Sabin Vaccine Institute

Sabin Vaccine Institute é um dos principais defensores da expansão do acesso e uso de vacinas em todo o mundo, do avanço da pesquisa e desenvolvimento de vacinas e da ampliação do conhecimento e inovação das vacinas. Revelando o potencial das vacinas através da parceria, o Sabin criou um ecossistema robusto de financiadores, inovadores, implementadores, profissionais, formuladores de políticas e partes interessadas públicas para avançar sua visão de um futuro livre de doenças evitáveis. Como uma organização sem fins lucrativos com mais de duas décadas de experiência, o Sabin está empenhado em encontrar soluções duradouras que levem todos os benefícios das vacinas a todas as pessoas, independentemente de quem sejam ou de onde vivem. No Sabin, acreditamos no poder das vacinas para mudar o mundo.

Para mais informação, visite http://www.sabin.org e siga-nos no Twitter @SabinVaccine.

Contato com a Mídia:

Rajee Suri
rajee.suri@sabin.org

Foto deste comunicado disponível em https://www.globenewswire.com/NewsRoom/AttachmentNg/a2bfd118-42e2-4ff5-b2c1-92fd13e316cf